Última Atualização do site:  

15/12/2017 11:32:08

Câmara São João do Ivaí
ÚLTIMAS NOTÍCIAS / CRISE
Visualizada 301 vezes
Quarta-feira, 22 de novembro de 2017
Prefeituras fecham às portas em protesto pela queda constante dos repasses federais
 
Prefeituras fecham às portas em protesto pela queda constante dos repasses federais

As prefeituras da região estão com as portas fechadas nesta quarta-feira (22), em protesto contra a queda dos repasses federais, que vem acarretando em crise em diversos setores da administração pública, inclusive a saúde. A mobilização desta data é liderada pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), que promove agenda de reuniões em Brasília.

Na pauta de discussões que marca esse dia de mobilização, a CNM busca debater com todas as esferas do poder. Para o executivo, será solicitado auxílio financeiro aos municípios; na Câmara dos Deputados, serão abordados assuntos como precatórios, piso do magistério e resíduos sólidos; no senado, a frente municipalista tratará sobre emendas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), atualização dos programas federais e derrubada do veto ao Encontro de Contas.  

Prefeitos que compõem a nova associação de municípios da região, a Central dos Municípios, que tem como presidente o prefeito de São João do Ivaí, Fábio Hidek, se reuniram ontem (21) em Curitiba, para estabelecer apoio à mobilização que tem como mote “Não deixem os municípios afundarem”. O prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, foi para Brasília acompanhar a agenda da CNM, representando os prefeitos da associação.

Segundo Hidek, o momento que os municípios atravessam não se compara a nada do que já foi vivido antes. “A população escuta sobre crise e queda de recursos, antes mesmo da crise anunciada no Brasil. Mas a coisa apertou de uma maneira que os municípios vão parar. Ou o governo federal nos ajuda repassando o que é justo e de direito, ou teremos que parar com os serviços prestados à população”, lamenta.

Para auxiliar no fechamento das contas de 2017, a expectativa dos prefeitos se concentra apenas na possível atitude do Governo Federal em liberar uma cota extra de FPM. “Os cofres estão vazios e os pequenos municípios não possuem outra fonte de receita que não seja o FPM. Muitos municípios não vão fechar as contas desse ano por falta de recursos. A cota extra é uma luz no fim do túnel”, afirma Hidek.

    

 

Fonte: DA ASSESSORIA

 
 
 Galeria de Fotos
Prefeituras fecham às portas em protesto pela queda constante dos repasses federais
 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Av. Curitiba, 563 - Centro

Cep: 86930-000 - São João do Ivaí - Paraná

43 3477-1122

prefeitura@saojoaodoivai.pr.gov.br

Horário de Atendimento: De Segunda à Sexta

das 8:00 às 12:00 e das 13:30 às 16:30

Nossa localização